Felicidade e “suas” reflexões

Muitas vezes em rodas de amigos nos deparamos discutindo FELICIDADE. O que seria, o que é preciso, como obter e por aí vai. O fato principal deste texto que seguirá é que eu não sou um profissional da área de humanas, não tenho formação seja em filosofia, Antropologia, Psicologia, enfim. Mas o que posso escrever é o meu ponto de vista e o que daquilo que leio acredito ser A FELICIDADE.

Brincadeiras sendo colocadas em seus devidos lugares, é interessante quando ligamos a felicidade a conquistas materiais. Eu mesmo “brinco” muitas vezes dizendo: Há se eu ganhasse na mega-sena (Principalmente se fosse a da virada, hehehehe). Tal fala nos remete a ideia que para ser feliz é preciso ser rico ou ter o máximo de coisas possíveis.

Claro que não sou bobo a ponto de defender a total igualdade, que eu não queira ser rico ou conquistar o máximo de coisas possíveis, não é isso. Porém, hoje em meus 36 anos vividos entendo o tão quanto é importante enxergar os limites e entender que nos modelos de vida que cada um leva é possível chegar somente até o seu limite: e que este limite traz uma FELICIDADE que cada um nós precisamos enxergar, pois ir além deste limite para conquistar a FELICIDADE é morrer sem conhecê-la. O morrer sem conhecê-la é uma conotação não só ao fato da MORTE do corpo, mas sim “morrer” aos poucos, não viver, não curtir a felicidade do momento e sempre querer ir além.

O mundo atual sempre quer mais, aliás, em todo os mundos novos ou antigos sempre se quer ir mais, ir mais além, porém pra tudo existe um preço. A tecnologia em nossa atualidade tem nos trazido desejos incontroláveis por conquistas e tentando nos fazer entender que isso é felicidade (ou nos obrigando a entender).

Há Fernando, então o que você quer dizer é desapegar das coisas materiais para obter a felicidade? Não, definitivamente não é isso! O que resolvi escrever aqui é o que tento diariamente trazer para a minha vida. Ao longo dos anos aprendi que de fato:

  • Tudo acaba (Não estou falando só que pessoas morrem, mas até sua melhor sobremesa acaba e quando se repete não tem o mesmo gosto);
  • Tudo literalmente passa (O que você estava fazendo no ano 2000? Lembra que já se passaram quase 20 anos? Isso não lhe assusta);
  • Tudo é mais rápido que imaginamos (Amor ou a dor – o simples fato de aparecem vários cabelos brancos e a gente ainda se sentir um “menino”);
  • Aproveite cada segundo literalmente (quer entender isso? Pratique esporte de luta e esteja tomando um sufoco faltando 10 segundos, serão os 10 segundos mais próximos da morte que você irá vivenciar);
  • A verdade é a melhor forma de expressão (Ela dói, machuca, constrói, edifica e nos aproxima melhor das pessoas que farão os melhores momentos da nossa vida);
  • Tenha o seu limite, pois o limite permite VIVER.

Bem, não citei nada acima referente a conquistas materiais, mas isso também é de extrema importância para os nossos sonhos, egos e convivência em sociedade. O que quer simplesmente quero dizer é: Conquiste, adquira, sonhe, equilibre, ame, doe-se, seja verdade, tenha o seu limite – LITERALMENTE NESTA ORDEM. A reflexão dessa ordem é basicamente:

  • É importante sonhar acordado (usufruir do sonho conquistado) com o que já se adquiriu, senão TUDO ACABA;
  • É importante entender que a conquista gera um FIM que é importante aproveitá-lo, então equilibre-se, senão TUDO LITERALMENTE PASSA;
  • É importante entender que amar pode ser aplicado a qualquer ser e em qualquer momento, então não espere, senão não terá a oportunidade de APROVEITAR CADA SEGUNDO;
  • AMAR é uma forma de doação, assim como oferecer a verdade, pois a VERDADE É A MELHOR FORMA DE EXPRESSÃO;
  • Viva, aproveite, e lembre-se TENHA O SEU LIMITE, senão a VIDA O TERÁ PARA VOCÊ.

Até aqui já escrevi demais né?! Muita “encheção de linguiça (nós mineiros falamos assim)” ou dá para continuar lendo?! Então vamos lá.

O fato de misturar no texto acima FELICIDADE com BENS MATERIAIS é por que surpreendentemente para mim FELICIDADE QUE MUITOS DE NÓS ATUALMENTE PROCURAMOS NÃO EXISTE.

Pesado isso não?! Apesar de termos definições de felicidades no budismo, filosofia, psicologia e por aí vai, para mim a FELICIDADE é algo que precisa SER APROVEITADO, pois a criamos durante todo o dia em vários momentos.

Já parou pra pensar que o fato de levantar da cama pode se tornar um ato feliz? Mas que porra é essa Fernando! Isso mesmo, é um ato feliz! Mesmo em dias chuvosos, gostosos de ficar na cama, o ato de levantar deve ser aproveitado como momento feliz, pois está tendo a oportunidade de conseguir sair da cama (pare e pense se não tivesse pernas ou se estivesse enfermo), então NÓS É QUEM PRODUZIMOS E APROVEITAMOS MOMENTOS FELIZES.

Muito estranho isso, mas eu desde muito novo sonho e tenho vários “dejavu” que estarei neste plano de mundo somente até por volta dos 40 anos. Isso deixa triste né?” Nada! Isso me faz pensar que preciso aproveitar cada momento, aliás: em meio a toda e qualquer desgraça alguma coisa boa somos obrigados a tirar. Então, se este fato não for verdade, já produzido muita felicidade.

Felicidade para mim não é sair sorrindo, sendo engraçado, fazendo o que os outros queiram, tendo vários amigos, participando de várias festas, conquistando vários bens. Volto a repetir: gosto de pessoas, gosto de festas, gosto de bens, porém SEI DO MEU LIMITE e SEI QUE CADA MOMENTO PRECISO PRODUZIR A MINHA FELICIDADE.

As vezes vejo pessoas saindo de casa e não aproveitando a oportunidade de PRODUZIR A FELICIDADE. Talvez por que estão “brigados”, talvez por que queiram ir no restaurante diferente daquele que tem condições no momento, talvez por que queiram estar em Miami e não em Guarapari. O fato é que estas mesmas pessoas depois tem a oportunidade de estarem em MIAMI e já querem o próximo passo, não definem seu limite, e com isso não amam no momento permitido, não aproveitam e com isso NÃO PRODUZEM A FELICIDADE naquele momento que será passageiro.

Por fim, outra reflexão que tenho sobre felicidade é que ela é rápida, rápida até demais. Então quando se PRODUZ FELICIDADE APROVEITE AO MÁXIMO. TUm exemplo esdruxulo é que em um ato sexual a produção da FELICIDADE é o ato de gozar, e aqueles poucos segundos nos levam ao ápice da felicidade. Outro exemplo é ter dinheiro para comprar uma FERRARI, onde o ápice de felicidade seja a primeira vez em que se entra no veículo ou aquela primeira voltinha. O resto, tudo passa.

O que quero dizer é que MOMENTOS FELIZES são PRODUZIDOS e devem ser aproveitados por nós, não deixando que somente o ÁPICE DA FELICIDADE seja o objetivo, mas que o objetivo seja aproveitar cada momento e sentir a felicidade produzida, não deixando pra depois, ou seja, DOE-SE ao momento.

Afinal, daqui a poucos anos poderemos comprar FELICIDADE nas farmácias e talvez essa produção tão gostosa de felicidade seja terceirizada, assim como o uso de drogas para que tenhamos o ÁPICE DA FELICIDADE por muito tempo.

Então, você gostaria de chegar em uma farmácia e dizer: “Moço você tem aí um frasco de felicidade referente ao gozo no ato sexual?” ou talvez será melhor realizar a conquista, o sonho, o amor, a verdade e entender que existe o nosso limite e que isso nos propulsiona a aproveitar cada momento?

Façam suas reflexões e valeu por lerem essa loucura! Grande abraço.

 

Anúncios

Sobre Fernando Luis Parreiras

Bacharel em Desenho Industrial e Bacharel em Administração de empresas. Possui Pós Graduação em Gestão de Projetos e Inovação, MBA Executivo e Mestre na área de Tecnologia. Formações pela UEMG (Universidade do Estado de Minas Gerais), Newton Paiva, BI International, Stanford University e Penn State. Mais de 15 anos de experiência atuante no mercado de Tecnologia, Projetos e Inovação. Praticante e disciplinado em um estilo de vida saudável e esportista com formação como faixa-preta em JIU-JITSU e TAE KWON DO.
Esse post foi publicado em Motivação, Pessoal, Saúde e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s