Pontos importantes sobre produtividade

como-calcular-produtividade-e-eficiencia.jpgConhecer os elimine os seus vilões de produtividade para conseguir aumentá-la é um dos fatores chaves, o outro é conhecer a si próprio. Uma boa lista de dicas abaixo pode lhe ajudar em algo.

Ponto de atenção: Desrespeito

Conheça seus limites e respeite-os

Contextualização: Um erro muito comum na busca para aumentar a produtividade é insistir em ultrapassar os próprios limites, então não conseguimos aumentar a produtividade desrespeitando a nós mesmos. Todos querem e podem melhorar, sempre, mas cada pessoa tem um ritmo diferente para isso. Quando passamos do nosso limite o corpo se ressente e a doença nos coloca a nocaute. Este processo é lento, silencioso e perigoso, então cuide-se.

Minha visão prática: Limites corporais e psicológicos dependem de preparo para expandir a capacidade. Então, em resumo, cuide do corpo e da mente, dedique tempo para isso e consiga ir mais além.

Ponto de atenção: Desorientação

Defina seu objetivo principal para manter o foco

Contextualização: O sucesso chega com maior frequência e rapidez para quem sabe exatamente o que é e onde fica o sucesso para si mesmo (sucesso para alguns pode ser simplesmente ficar em casa, sem fazer nada, porém não adianta reclamar que não fez isso ou aquilo). Quando não sabemos onde estamos e para onde queremos ir, o tempo para chegar lá será bem maior, pois ficaremos ziguezagueando sem rumo certo. As distrações do caminho o desorientam ainda mais. Para aumentar a produtividade é necessário definir bem o foco.

Minha visão prática: A explicação acima é muito bonita, e muitas vezes questionamentos se é possível colocar em prática. Então, vou citar por mim. FOCO não é só O QUE será perseguido, mas principalmente por QUANTO TEMPO será perseguido, e isso para coisas grandes ou simples, pessoais ou profissionais. Um exemplo é o seu período de férias, onde é necessário aprender que o FOCO é DIVERTIR E DESCANSAR. Um outro exemplo “idiota”, a meu respeito (parece piada), é que só consigo pagar contas pessoais em um dia determinado no mês (foco naquele dia e horário), ou seja, tenho FOCO naquele momento, depois este assunto não mais interfere no meu mês (mesmo que tenha dívidas). O mesmo vale para grandes FOCOS, como projetos profissionais. Então, se você está FOCADO fique FOCADO por aquele determinado tempo e dê o seu máximo, se naquele período não conquistou, defina outro e corra para cumprir. EMPENHE-SE AO MÁXIMO!

Ponto de atenção: Insatisfação

Saiba exatamente porque é tão bom fazer isso

Contextualização: Nada é 100% bom ou ruim, isso é um fato. Seja qual for o momento de vida, além de passível de mudança (nada permanece imutável) ele possui um lado bom, motivo pelo qual você e eu ainda está ai. Descubra todos os bons motivos para estar onde está, fazendo o que faz, liste-os e orgulhe-se deles. Estar satisfeito com as realizações não só vai aumentar a produtividade como também melhorar o estado de saúde integralmente.

Minha visão prática: Na minha visão estamos para viver muito mais a infelicidade do que a felicidade, ou seja, temos somente 20% alegrias (momentos bons) para 80% de tristezas (momentos ruins). Claro que não entrarei aqui em o que é ruim ou bom, pois isso depende de cada um, do momento, do local, das pessoas. Porém, o meu modo de lidar com isso é pensar em todas as manhãs de domingos O QUE FOI BOM NA SEMANA e comemorá-los comigo mesmo, seja escutando uma boa música, seja dando uma volta com o cachorro, seja simplesmente olhando para o céu azul (parece bobagem, mas tente fazer algumas vezes).

Ponto de atenção: Dias com apenas 24hs

 Jamais descuide de sua organização

Contextualização: Não adianta reclamar, o dia são 24hs iguais para todos nós. Saber usá-las bem, no entanto, não é uma competência comum. É preciso planejamento, organização, disposição e muita consistência. Acredite, vale cada segundo investido em desenvolvê-la. Depois de tornar-se um hábito você vai rir de suas dificuldades iniciais. Com organização do tempos aumentamos a produtividade e conseguimos realizar muito mais coisas nas mesmas 24hs do dia.

Minha visão prática: Ser dono do meu tempo é meu maior sonho, pois tempo pra mim é a mais valiosa moeda existente. Na prática eu procuro cuidar do meu tempo de forma disciplinada e focada. Comentei acima sobre férias, férias é descanso correto? Sim, porém de forma organizada! Vai viajar, faça planejamento inclusive da hora de acordar e quais atividades irá fazer (COM FOCO). Agora, uma coisa é necessária: SEPARE TEMPO PARA O ÓCIO, fique sem fazer nada (por um determinado tempo) e observe a si mesmo, analisando em você pequenos detalhes de frente ao espelho. Afinal, hoje estamos diferentes de ontem, e apesar das 24h serem um dia, estes dias passam.

Grande abraço! Seja produtivo para você, não para os outros. Isso será consequência.

Anúncios
Publicado em Gestão, Liderança, Pessoal, Profissional | Marcado com , | Deixe um comentário

O que é ser produtivo?

EQUIKLKIBRIOMeus pais, principalmente meu pai, sempre dizia ao chegar do trabalho: “Hoje o dia foi muito produtivo! Fora meu tempo de trabalho normal, fiz mais 6 horas de hora extra!” Naquela época não havia muito controle de quanto tempo se podia fazer de HE, mas ser produtivo era sinal de se trabalhar demais.

Mas o que é trabalhar demais?
Podemos determinar isso de duas formas: Trabalhar muito no sentido de horas ou trabalhar muito no sentido de realização.

Bem, os tempos mudaram, porém nem todas as pessoas mudaram. É certo que mudanças organizacionais passam por ter pessoas de várias gerações atuando juntos, então se um senhor de 60 anos em tempos atuais ainda confundir que trabalhar muito são muitas horas no dia, tudo bem … mas pessoas nascidas da década de 80 pra cá repetir isso, é inadmissível.

Você quer me irritar? 
É um gestor perguntar: “Onde você está?” “Quantas horas trabalhou hoje?” “Você não está na empresa?” – Isso pra mim é nada mais nada menos que cabeça pequena, cabeça antiga, síndrome do chefe envelhecido.

Ser produtivo significa produzir mais ou melhor de algo, gastando menos do que o normal. Ser produtivo significa gastar menos tempo ou energia produzindo e ficar com mais tempo ou energia disponível para, por exemplo, criar, pensar estrategicamente, ter boas ideias. Significa principalmente, ter equilíbrio.

Então, você quer me ver feliz?
É um gestor perguntar: “Resolveu os problemas de hoje?” “Conseguiu pensar em algo inovador?” “Seu dia lhe trouxe felicidade?” “Você sente que aplicou o seu máximo no dia de hoje?

O que significa ter equilíbrio?

Bem, primeiro vou lembrar: O DIA SÓ TEM 24 HORAS, E ISSO NÃO PODE SER MODIFICADO OU COMPRADO POR MAIS DINHEIRO QUE SE TENHA.

Não perceber que ser produtivo implica em equilíbrio pode prejudicar sua produtividade. O desequilíbrio atrapalha a vida de um profissional, causando volume de horas mal distribuídas, trazendo uma alimentação desregulada, foco disperso, pouco repouso… e por aí vai.

Então para ser produtivo será necessário considerar as particularidades relativas a pessoa, ao local e a situação especifica, buscando um equilíbrio favorável entre empenho e benefícios. Por exemplo, ficar até de madrugada preparando-se para a reunião de amanhã e chegar cansado a reunião, sem a vitalidade necessária para agir produtivamente lá, será uma boa escolha? Existe a possibilidade de conseguir sucesso chegando disposto, sem a devida preparação? Sabemos que passamos por isso, vestimos a armadura de guerreiro e vamos encarar as reuniões.

Mas o caminho ideal seria organizar-se o bastante para terminar a preparação em tempo de descansar o suficiente. Esta solução visa a produtividade considerando bem o equilíbrio entre empenho e benefício.

Então, sugiro pensar diariamente qual é a organização da nossa vida que nos proporcione gastar energia certa, em atividades certas, nas horas certas.

Vamos mudar a frase HOJE EU TRABALHEI MUITO por HOJE EU PRODUZI MUITO, não esquecendo que nestas 24 horas é preciso trabalhar, produzir e viver.

Enjoy!

Publicado em Gestão, Liderança, Motivação, Pessoal, Profissional | Marcado com , , | Deixe um comentário

A exponencialidade tecnológica

TheFutureTenho lido muito artigos, textos e visto videos e recentemente uma palestra do Peter Diamandis. E alguns resumos interessantes do que é provável em um futuro, de um próximo futuro devido a velocidade exponencial vivida.

Nós tomamos a tecnologia e o empoderamento que temos hoje como garantidos.

O fato é que o que quer que seja digitalizado entra em um período de crescimento lentoenganoso. Em seguida, torna-se desruptivodesmaterializadesmonetiza e democratiza produtos e serviços.

Como exemplo, vamos considerar o armazenamento de dados, que é crítico para o mundo da genômica hoje.

Em 1981, 1 gigabyte de armazenamento custou meio milhão de dólares. Hoje, é 25 milhões de vezes mais barato, a 2 centavos de dólar por gigabyte.

E os chips da computação? Em 1971, a Intel lançou seu primeiro chip de computador, o Intel 4004. Ele tinha 2.300 transistores por US $ 1 cada. A Intel não mais informa quantos transistores estão em seus chips, mas o recente Core i7 tinha 14,4 bilhões de transistores a menos de um milionésimo de centavo cada. Isso representa um aumento de 330 bilhões de vezes no desempenho dos preços em 45 anos .

Cara, pare pra pensar, nossos smartphones tem mais poder computacional do que todos os governos do planeta há apenas 30 anos. 

Mas isso não se compara ao que vem a seguir na computação quântica. Este ano, esperamos ver a “supremacia quântica” – esse momento no tempo em que um computador quântico pode resolver um problema que nenhum computador clássico pode fazer.

O Google recentemente revelou o Bristlecone. Este novo chip de computador quântico tem 72 qubits. No momento em que chega a 300 qubits, ele pode realizar mais cálculos do que átomos no universo conhecido.

Dessa forma, estamos prestes a ver uma revolução extraordinária na descoberta de medicamentos.

As empresas farmacêuticas hoje estão gastando décadas e bilhões de dólares para descobrir moléculas que nos afetam. Mas logo, os computadores quânticos nos permitirão modelar as interações moleculares em um nível como nunca antes.

Imagine um indivíduo trabalhando em um computador quântico na nuvem capaz de observar a interação de uma molécula particular com todas as 20.000 proteínas codificadas no genoma humano. Descoberta de drogas vai sair das paradas. Isso não está acontecendo daqui a 30 anos, mas na próxima década.

E quando se fala das comunicações? Nós tomamos isso por garantido, mas em 2017, nós tivemos 3,8 bilhões de pessoas conectadas na Terra. Nos próximos cinco anos, veremos a implantação da rede global 5G que a Qualcomm vem desenvolvendo.

Estamos prestes a ver o Facebook e o Google com balões, drones e satélites. A OneWeb implantará 900 satélites, alavancando um investimento de Softbank de US $ 1,2 bilhão e, em seguida, além dos 4.425 satélites que estão sendo lançados pela SpaceX, e estamos prestes a conectar todos os humanos no planeta com uma velocidade de conexão gigabit.

Imagine uma conexão gigabit para todos, efetivamente de graça! Isso a nível mundo né, no Brasil demorará mais 50 anos (hahahah! Brincadeira!)

Essa conexão representa uma tábua de salvação para as ciências da saúde. É uma capacidade de fazer upload de dados ou ativar o suporte de AI.

E isso não diminui a velocidade. Com a Internet das Coisas e uma proliferação de sensores, até 2020 teremos 50 bilhões de dispositivos conectados com um trilhão de sensores no mundo. Até 2030, veremos 500 bilhões de dispositivos conectados com 100 trilhões de sensores. 

Em termos de saúde, cada pessoa terá a capacidade de monitoramento em tempo real. Cada elemento de suas vidas – sua glicose, sua pressão sanguínea, os microRNAs, seus níveis de vitamina D – podem ser transferidos para uma IA que pode transmitir seu estado de saúde exato. Inclusive já escrevi outros textos sobre analises para diagnósticos de doenças pela empresa 23andMe e também a pulseira de medição de desempenho sexual.

Todos nós teremos uma versão do JARVIS do “Iron Man”. Essas AIs pessoais podem coletar nossos dados e nos permitir ser o CEO de nossa própria saúde.

A aceleração continua com o sequenciamento do genoma. Em 2000, o preço do sequenciamento de um genoma humano – todos os 3,2 bilhões de cartas de sua vida – foi de US $ 100 milhões e 9 meses de tempo. Hoje, são US $ 1 mil por genoma, e dentro de dois anos, com as mais novas máquinas da Illumina, custará cerca de US $ 100 e será concluído em uma hora.

Estamos falando de um aumento de trilhões de dólares na capacidade de preço-desempenho, o que, por sua vez, está impulsionando uma revolução na medicina celular, células-tronco, células natural killer, células T CAR. É extraordinário.

Eu acredito que nada é verdadeiramente escasso. Nada. Temos a capacidade, com acesso a essas tecnologias, de dizer: Este é o problema que quero resolver”.  Claro que isso tudo tem um preço, geralmente alto para quem cria a “disruptividade”.

Muitas vezes falamos sobre nossos desejos e nossas habilidades.  Eu observo que estamos vivendo em uma época do dia e da idade que, dentro de nossas vidas, verdadeiramente teremos a capacidade de satisfazer as necessidades de cada homem, mulher e criança neste planeta.

“Os maiores problemas do mundo são as maiores oportunidades de negócios do mundo” e “Se você quer se tornar um bilionário, ajude um bilhão de pessoas”. Peter Diamandis

Publicado em Futurismo, Inovação, Transformação Digital | Marcado com , , , | Deixe um comentário

O mundo precisa de “descontrole”

IMG_9353.JPGQuem nunca se pegou pensando em “o que o mundo precisa?” ou o famoso “Brasil que eu quero?”, bem acredito que ao menos quem está lendo este texto. Bem, nas minhas “vaganças” de pensamentos e análises do mundo atual tenho visto a necessidade de DESCONTROLE.

Acredito que precisamos de mais descontrole, de Gente “descontrolada”!

Gente “descontrolada” é gente feliz, alegre, pra cima, que tem sempre uma palavra de otimismo e uma boa gargalhada a oferecer, mesmo em situações que geram preocupação e pessimismo.

São pessoas espontâneas e verdadeiras, que não têm medo de expor o que sentem, tão pouco expor limites e pontos de vista de sua própria opinião. São pessoas que não estão preocupadas em tentar agradar a todos, embora exalem carisma e gentileza. Não mostram o que não tem, não possuem visão cobiçada, não se importam em ser mais feliz que outro, pois ele em si já atingiu o que se entendeu e definiu como sua felicidade.

Gente “descontrolada” é gente divertida, que está sempre de bem com a vida, mesmo conseguindo com um grito despertar risos e sustos em pessoas próximas. Mesmo nos momentos de tristeza, elas se agarram ao otimismo dentro de si, pois sabem que tudo passa… tudo passa… e entenderam e praticam “que hoje será melhor que ontem”.

Gente “descontrolada” é gente que vive, que não espera os finais de semana para vestir roupas leves, que não espera passar a chuva para sair com o cachorro, que não espera data específica para beber um bom vinho ou usar a roupa mais bonita do guarda-roupa. Há e não esperam abraçar e serem abraçados, não esperam chorar em morte o que se pode chorar em vida. Afinal, chore de alegria com aqueles que você ainda tem próximo, não chore pela falta deles.

Elas não esperam as ocasiões especiais, elas fazem de todas as ocasiões especiais, e procuram fazer dias normais dias especiais, pois entenderam e praticam “que amanhã poderá não ser um hoje”.

Gente “descontrolada” é gente que saboreia um simples lanche, um pequeno almoço, ou um vasto banquete, mesmo em um almoço de 15 minutos, e que consegue parar para sentir o aroma do café ao invés de apenas ingerir cafeína para manter-se de pé.

Gente “descontrolada” conversa sozinha, conversa com o cachorro, dá bom dia a planta, sorri para o catador de papel. Há, em silêncio ou em voz alta está cantando e sempre rindo de si mesma. É gente que não se importa com defeitos nem com decepções, apenas com os aprendizados retirados de todas as experiências.

Gente “descontrolada” troca a reclamação pela gratidão por tudo o que há na vida.

Gente “descontrolada” é gente sincera, que aposta na verdade, em quem podemos confiar e confidenciar o que há de mais íntimo, pois temos certeza que elas não farão a “doideira” de espalhar por aí.

Gente “descontrolada” briga com o próximo, pois o próximo mesmo é seu melhor amigo e será sempre guardado no coração. É gente que se importa com o próximo.

Gente “descontrolada” fecha a cara quando as coisas estão erradas, dá esporro, mas pede desculpas quando ultrapassa os limites do respeito e se retorna sábio novamente. Afinal, gente “descontrolada” erra!

Gente “descontrolada” não é perversa, como muitos costumam confundir. Gente perversa é gente maldosa, incapaz de sentir empatia, e que se faz de louca para, na verdade, causar transtornos psicológicos aos que estão ao seu redor.

Por fim, gente “descontrolada” é gente doida, e gente doida é gente que está entendendo o motivo de VIVER cada dia, e um simples olhar para o céu lhe desperta uma simples palavra: GRATIDÃO!

 

Publicado em Motivação, Pessoal, Saúde | Marcado com , , , | Deixe um comentário

Substituição de humanos ou talentos

humanxmachine.jpgUma nova onda de inovação está começando a interromper a indústria em escala global. Constitui uma tremenda oportunidade para um crescimento mais rápido da produtividade, mas também uma possível ruptura de uma série de setores e mercados de trabalho e isto tem trazido preocupação e até desespero em algumas pessoas.

Será que meu emprego vai acabar?
Será que preciso parar de estudar o curso de direito agora já que tudo serão máquinas?

Dentre várias perguntas, a minha crença, estudos e leituras tem me “dito” que realmente muita coisa sofrerá modificações, e a forma de trabalho não está fora disso. Mas também me leva a escrever que o ser humano não será substituído a curto ou a médio prazo por máquinas. O que quero dizer sobre essa não substituição é sobre a criação da MENTE humana no estado da consciência e não da inteligência cognitiva ou comportamentos, pois isso sim pode ser “copiado” e ensinado as máquinas. Porém ainda é preciso um avanço muito grande para se atingir as possibilidades de cópias do que conhecemos como “sensibilidade”, espiritualidade, amor e por aí vai.

Voltando ao objetivo deste texto, esses mesmos avanços tecnológicos que promovem estas rupturas tornam o capital humano mais importante do que nunca para as estratégias das empresas; maior atenção deve ser dedicada as novas formas de complementaridade entre as novas tecnologias e o capital humano.
Enquanto alguns empregos serão deslocados, o maior impacto da inovação virá da maneira que muitos os empregos serão transformados; as evidências até o momento apoiam a visão de vários autores diz que a inovação ira resultar em mais e melhores empregos, mas para se atingir este nível muito trabalho precisa ser feito para otimizar a transição.

Em particular, mais esforços devem ser dedicados para entender quais novas habilidades serão necessárias e como os empregos existentes
irão mudar; modernizar os sistemas de educação e formação profissional; reformar o mercado de trabalho de instituições para apoiar um futuro em que uma parte maior dos trabalhadores trabalharão independentemente em uma estrutura de crowdsourcing ou “gig economy”;

Como as mudanças na tecnologia e modelos de negócios estão reformulando o cenário, as empresas agora podem se beneficiar do “talento transversal”, ou seja, pessoas que têm experiência através de uma variedade de campos diferentes. À medida que as mudanças na tecnologia e nos modelos de negócios se tornam mais rápidas e menos previsíveis, as empresas precisam de maior flexibilidade para explorar e empregar talentos.

Isso está acontecendo ao mesmo tempo em que as inovações tecnológicas mostram o potencial de aliviar as limitações de alguns recursos tradicionais, como a energia. E ao mesmo tempo que alguns as indústrias enfrentam o desafio de uma força de trabalho envelhecida, com grandes cortes de trabalhadores experientes prontos para se aposentar na próxima década; enquanto os sistemas de educação e formação lutam para acompanhar inovação.

O talento será, portanto, o recurso escasso do futuro, e a capacidade de explorar e implantar o talento certo será um fator chave de sucesso.

Publicado em Computação cognitiva, Inovação, Inteligência Artificial, Profissional, TI - Tecnologia da Informação, Transformação Digital | Marcado com , , | Deixe um comentário