2020 ensinou que precisamos SER

Comecei a escrever o livro em 2019 e terminei em 2020, um pouco depois da Pandemia COVID-19 iniciar. Ao longo dos mais de 9 meses restantes do ano de 2020 pudemos de fato aprender sobre humildade e vulnerabilidade. Principalmente que estas palavras atingem a todos, independentemente da crença, raça, origem, condição social - enfim somos todos vulneráveis, e aprendemos na prática a SER mais humilde.

Nova profissões e o futuro do trabalho

Todos os dias tem uma vasta quantidade de textos, artigos e matérias falando o que "será o futuro do trabalho" principalmente devido a era da revolução tecnológica. Existem várias opiniões e hipóteses, desde "chutes" a estudos mais elaborados, porém uma algo tem em comum: quem não se adaptar ficará desempregado. Isso não me assusta, pois desde a era dos homens da caverna que precisavam caçar para alimentar as profissões foram sendo adaptadas, o que mudou foi a velocidade com que isso acontece. O objetivo é SER ADAPTATIVO. Leia algumas sugestões de profissões e carreiras para o futuro!

Biblioteca de Livros 2020

Em 2020 vou confessar que não assisti mais de 5 minutos de canais abertos de TV e acompanhei minha esposa em poucos filmes e seriados nas plataformas de streaming, já que parte do tempo estava dedicado a leitura. Foi um ano sensacional para novos conhecimentos, revisões e aprofundamento de alguns temas. Quando olho que o número de livros lidos foi mais que o dobro que em 2019 fico extremamente feliz! Valeu a pena!

Tecnologia e negócio cada vez mais próximo

Em todos os meus textos e artigos eu defendo a evolução humana através da tecnologia, mas nunca a substituição humana através da tecnologia. Mas é fato que esta substuição é enxergada por muitos como motivo para a falta de empregos e eu concordo. Concordo pelo fato que nem todos os profissionais irão se adaptar na mesma velocidade exigida com o surgimento acelerado das tecnologias, através da transformação digital e certamente o desemprego aumentará para estes que não se adaptarem. Mas há um lado ótimo nisso tudo. Tenho visto a tecnologia cada vez mais aliada ao negócio.

Profissões do passado – uma breve análise

Durante o mestrado de inovação e empreendedorismo um estudos que mais diverti foi a respeito das "profissões que não existem mais." É interessante voltar no tempo para imaginar como seria um "despertador humano", "caçador de ratos", e mais recentemente "leiteiro". Este último tenho boas lembranças de escutá-lo passando em frente a casa dos meus avós. Arrisco dizer que devem existir alguns ainda nas cidades do interior de Minas Gerais mantendo a tradição. Toda essa extinção de profissões é devido a evolução das eras na humanidade, e será assim também durante todos os séculos futuros. Já parou para pensar que médicos tradicionais podem não mais existir? E que médicos poderão ser uma mistura entre médicos e mecânicos com o objetivo de "consertar a saúde" entre seres biológicos e cibernéticos? Bem, não sabemos quando, mas é possível.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑