Quais perfis necessários para a criação de um Chatbot

No post anterior escrevi que O desafio dos chatbots não são tecnologicos, e agora neste texto irei abordar as profissões ou perfis que entendo serem necessários para criar e manter um produto de chatbot.profissao_futuro

Ao contrário do que muita gente pensa, criar chatbots não é uma atividade técnica somente de códigos de programação ou está resumida a alocar apenas uma pessoa para obter sucesso com o conteúdo do chatbot. Pelo contrário, para criar bons chatbots, é necessário ter um time extremamente diverso e preparar o ambiente para que todas áreas contribuam para especialidade do bot, criando uma experiência eficiente ao usuário.

Então, abaixo listo alguns perfis que precisam ser incorporados a profissionais de áreas ou especializações já existentes.

NEGÓCIO, COMERCIAL E MARKETING:

Gerente de contas principal ou chave: Profissional responsável pela relação comercial com o cliente.

Consultor de sucesso dos clientes: Profissional que determina o que será medido como sucesso do produto para o cliente. Possui alta interação com o Desenvolvedor de negócio e Analista de Inteligência de negócios.

Marketing de produto: Profissional responsável pela marca e divulgação do produto.

Desenvolvedor de negócio: Profissional que entende do negócio que o chatbot irá atender. Possui perfil híbrido de negócio / técnico com o objetivo de traduzir as equipes técnicas as necessidades de melhorias e evolução do produto.

Analista de inteligência de negócios: Profissional com perfil técnico voltado a DADOS voltado para geração de números, métricas e análises para validar o sucesso do produto aos clientes.

ÁREAS TÉCNICAS E CONTEÚDO:

Gerente de Produto: Profissional que responde tecnicamente pelo produto e lidera a equipe técnica. Possui grande interação com Desenvolvedor de negócio.

Especialista em experiência do cliente: Profissional que possui perfil voltado para o negócio, possui alta especialidade em produtos diversos voltados para atendimento ao cliente (multicanalidade) e é uma das interfaces com equipe técnica na construção do produto.

Especialista em Interface para usuários (UI / VUI): Profissional técnico voltado para designer web, aplicativos, etc. Ele quem determina qual a melhor experiência de navegação para o usuário.

Especialista em designer para experiência dos usuários (UX): Profissional responsável por “desenhar” as interfaces do produto baseado na experiência de interface estabelecida pelo especialista acima.

Especialista em estratégia de conteúdo (UX Writer): Profissional responsável pela forma de escrita e abordagem do chatbot. Geralmente são jornalistas e especialistas em entender o público alvo e escrever a melhor forma para aceitação do conteúdo.

Agentes de conteúdo: Geralmente chamados de curadores, possuem formações e experiências profissionais diversas. São responsáveis por alimentar e validar o conteúdo das perguntas e respostas dos chatbots. Geralmente existentes agentes de conteúdo dedicados e também part-time, contribuindo com suas experiências profissionais do dia a dia.

Especialista em qualidade de produto: Também chamado de equipe de testes, compõem o time técnico e são responsáveis por testar, encontrar problemas e interagir com equipe de desenvolvimento para lançar um produto de boa qualidade.

Cientista de dados: Profissional responsável por determinar linhas de pesquisas para melhor aproveitar os dados gerados pelos chatbots, promovendo o melhor direcionamento para aprendizado de máquina.

Especialista em Inteligência Artificial: Geralmente programadores e conhecedores de linguagens de programação voltadas para aplicação de algoritmos de machine learning. Geralmente são liderados pelos cientistas de dados.

Especialista em DevOps: Profissional técnico responsável pela arquitetura, modelo de desenvolvimento, modelo de operação e manutenção do produto.

Desenvolvedores fullstack: Profissional técnico responsável pelas linhas de código de programação do produto (Programadores de Backend e Frontend).

Suporte a usuários / Service Desk: Profissional responsável por atendimento e suporte ao usuário final. Possuem alta interação com equipe técnica e agentes de conteúdo.

As profissões, funções ou perfis acima não são necessariamente obrigatórios ou devem utilizados em sua totalidade nos projetos de chatbots. O texto acima visa auxiliar o entendimento dos perfis necessários para a criação de um produto eficiente.

Anúncios

Sobre Fernando Luis Parreiras

Bacharel em Desenho Industrial e Bacharel em Administração de empresas. Possui Pós Graduação em Gestão de Projetos e Inovação, MBA Executivo e Mestre na área de Tecnologia. Formações pela UEMG (Universidade do Estado de Minas Gerais), Newton Paiva, BI International, Stanford University e Penn State. Mais de 18 anos de experiência atuante no mercado de Tecnologia, Projetos e Inovação. Praticante e disciplinado em um estilo de vida saudável e esportista com formação como faixa-preta em JIU-JITSU e TAE KWON DO.
Esse post foi publicado em Computação cognitiva, Inovação, Mobilidade, Profissional, Transformação Digital e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.