IA e a precisão no diagnóstico de doenças

int-hero-kit.ea7ff875a583

Um dos grandes objetivos de nós humanos é o combate as doenças. Assim como o fim da fome, o fim das guerras, o combate as doenças é um dos pontos mais estudados pela ciência.  Vacinas são criadas a décadas, assim como remédios e tratamentos químicos.

A busca atual é o mapeamento genético a fim de promover mutações e adaptações para, de modo preventivo, criar seres humanos com organismos cada vez mais fortes.

Pensando nisso, Linda Avey e Anne Wojcicki fundaram em 2006 a 23andMe, uma empresa privada de genômica pessoal e biotecnologia. Somente como fato curioso, Anne foi casada com nada mais nada menos que Sergey Brin (Fundador do Google). O objetivo da empresa é fornecer testes genéticos com rapidez para todos os cidadãos comuns, permitindo um melhor gerenciamento da saúde e bem-estar, entender informações valiosas sobre o seu eu e os ancestrais.

Através da coleta de saliva e pagamento de $ 99 dolares, é possível enviar o material para análise e receber em 8 semanas via email a demonstração de dados, relatórios de informações tão complexas quanto Hereditariedade Neandertal e Persistência Hereditária de Hemoglobina Fetal são apresentadas com uma linguagem muito simples, voltada a pessoas comuns com zero conhecimento de genética ou medicina.

Bem, fora este serviço sensacional prestado a sociedade pela 23andMe, temos que avaliar no sentido de negócio e evolução da ciência. A empresa está coletando muitos dados e com isso atingindo cada vez mais a precisão de diagnósticos e análises. De forma inteligente, a 23andMe está prestando um serviço que todos nós queremos, a um preço justo (para não dizer baixo) e ao mesmo tempo enriquecendo sua base de dados.

Parabéns a 23andME!
Para saber mais, acesse https://www.23andme.com

 

Anúncios

Sobre Fernando Luis Parreiras

Bacharel em Desenho Industrial e Bacharel em Administração de empresas. Possui Pós Graduação em Gestão de Projetos e Inovação, MBA Executivo e Mestre na área de Tecnologia. Formações pela UEMG (Universidade do Estado de Minas Gerais), Newton Paiva, BI International, Stanford University e Penn State. Mais de 18 anos de experiência atuante no mercado de Tecnologia, Projetos e Inovação. Praticante e disciplinado em um estilo de vida saudável e esportista com formação como faixa-preta em JIU-JITSU e TAE KWON DO.
Esse post foi publicado em Computação cognitiva, Inovação, Inteligência Artificial, Machine Learning, Pessoal, Saúde e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para IA e a precisão no diagnóstico de doenças

  1. Pingback: A exponencialidade tecnológica | Fernando Luis Parreiras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s